Vocês sabem a hora certa de colocar aparelhos nos dentes? Sabem quando procurar um ortodontista para avaliar a necessidade de usar aparelhos? Eu, que nunca usei aparelho (porque nunca precisei mas, desde adolescente,  sempre quis), não sabia identificar essa necessidade nos meus filhos. Achava que por ainda serem crianças a arcada dentária estaria em formação e movimento e que, por este motivo, eles não precisariam tão cedo. Pura falta de conhecimento mesmo e por isso a importância de sempre consultar um especialista.

Sendo assim, levei meus filhos, Lucas e Gabriel, para a a visita anual ao dentista para limpeza e flúor e para avaliar se havia essa necessidade nos meninos.

Nessa consulta o Dr. Guilherme da Clínica NKS Odontologia, me passou algumas informações que divido aqui com vocês.

Segundo o Dr. Guilherme Nakagawa, se os dentes estiveram mal posicionados, tortos, apinhados ou desalinhados várias funções podem ficar comprometidas.

Os dentes mal posicionados provocam dificuldade para mastigar e engolir os alimentos, favorecem a respiração pela boca, geram falta de saliva, e alteraram a fala e a dicção. A maioria das pessoas acredita que corrigir os dentes está ligado apenas a uma questão estética. Mas, existem muitos outros problemas que podem ser desencadeados por uma falta de alinhamento dos dentes.

“Os dentes mal posicionados facilitam o aparecimento de cáries e podem levar à perda dos dentes.”

Os dentes mal alinhados tornam impossível uma correta e eficaz escovação. Isso promove maior acúmulo de placa bacteriana, acelerando o aparecimento de cáries e aumentando a probabilidade de problemas nas gengivas (gengivite ou periodontite). Ambos os processos podem promover a perda do elemento dentário em longo prazo. Veja aqui

Por esses motivos a intervenção ortodôntica, principalmente na (má) formação dentária definitiva das crianças e/ou adolescentes é importante. 

Os nossos dentes estão posicionados em suas bases ósseas (maxila e mandíbula) e esses dois ossos se articulam durante a mastigação por meio dos dentes, durante a nossa fase de crescimento esses ossos podem crescer de maneira desarmônica gerando problemas de retrognatia, prognatia, biretrusão, biprotrusão ou mordidas cruzadas, por esse motivo a intervenção ortodôntica deve ser precoce.

“Sugiro uma primeira avaliação com o ortodontista por volta dos 5-6 anos de idade, pois essas desordens dentárias são na verdade problemas esqueléticos e que podem gerar problemas mais graves durante o crescimento do paciente, podendo acarretar em extrações dentárias ou cirurgias ortognáticas para resolver o problema que se iniciou durante a infância.”

Também por volta dos seis anos de idade acontece a erupção dentária do primeiro molar permanente, esse é um dente chave que se bem posicionado garante o futuro posicionamento dos outros dentes permanentes que virão a seguir, portanto qualquer variação na posição do primeiro molar permanente pode gerar problemas para os outros dentes, por isso deve-se usar a ortodontia preventiva para garantir o bom posicionamento desse dentes, mais um forte argumento para se avaliar o paciente aos 6 anos de idade e evitar uma ortodontia futura mais complexa.

Lucas aparelho ortodontixo NKS Odonto

O Lucas precisou colocar aparelhos para corrigir a mordida e a posição dos dentes inferiores. E pra quem usa ou tem filho que esta usando, abaixo deixo uns vídeos explicativos  de dicas de higiene para usuários de ortodontia corretiva fixa.

Escova interdental para limpeza de brackets e gengiva, aqui.

Uso correto de fio dental, aqui.

tecnica-do-fio-dental Como usar corretamente o fio dental

Consequências da má higiene pós tratamento ortodôntico (manchas brancas permanentes) aqui.

A higiene dental deve ser feita diariamente sempre após as refeições, pois os restos dos alimentos se acumulam no sulco gengival (ilustração abaixo) onde é de difícil acesso. Por isso a orientação de higiene pelo dentista e técnica correta é muito importante.

Sulco gengival limpeza correta dos dentes

Deve-se escovar o dente com movimentos vai e vem ou circulares, após esse movimento inclinar a escova 45º em direção ao contorno do dente e gengiva para limpar o sulco gengival e escovar.

A técnica do fio-dental também deve “entrar” dentro da gengiva, limpando a área interproximal dos dentes e sulco gengival. O fio dental deve ser passado pelo menos duas vezes entre cada dente, uma abraçando um dente e entrando na gengiva de um lado, e outra abraçando o outro dente e entrando na gengiva do outro lado.

Além dessa técnica quem usa aparelho deve-se usar a escova interdental conforme o vídeo acima.

“A escova deve ser ultra macia, para isso indico a escova Curaprox ultrasoft 5460, e escovar sem força na mão, com movimentos suaves. O fio dental eu indico o Superfloss da Oral-B.”

curaprox-escovas-coloridas-farmadelivery escova dental e fio dental indicados para aparelhos ortodonticos

Uma má higiene durante o tratamento ortodôntico causa além de hiperplasia de gengiva (gengiva grande) e gengivite/sangramento, faz manchas brancas permanentes no esmalte dentário (como mostra o vídeo acima), devido o acúmulo de bactérias ao redor do bracket, que como resultado do ácido do metabolismo dessas bactérias causam uma desmineralização da região, fragilizando a estrutura do esmalte em forma de mancha branca, deixando mais susceptível a formação de cáries.

Então é isso pessoal. Super explicação de porque usar aparelho o mais cedo possível (apesar que adultos devem corrigir os dentes também) e como manter a higiene dos dentes que é super importante em qualquer fase né mesmo?!. Lembrando que a prevenção vale muito.

Se vocês tiverem alguma dúvida ou observação, por favor deixem nos comentários. Afinal trocar experiências é sempre bom.

Beijocas.


Você vai querer ver esses também!

Publicitária, blogueira, empresária, mãe, mulher, irmã, filha, dona de casa. Mais? Clique na bio e conheça um pouco mais de mim. Beijos.